Objetivos

Objetivo geral
Debater com toda a comunidade acadêmica temas ligados ao Direito Internacional e às Relações Internacionais, dando vazão ao desenvolvimento de estudos doutrinários que possam trazer novos enfoques, novas teses, ou que promovam uma nova discussão sobre temas que envolvam a discussão do Direito Internacional em seus mais variados campos de aplicação face à globalização e as relações internacionais, especialmente para temáticas que abordem os acontecimentos recentes na sociedade internacional e sua repercussão sobre o sistema normativo internacional.

Objetivos específicos

* Pensar a sociedade contemporânea e apontar mecanismos jurídicos para discipliná-la;

* Analisar o papel e a atuação das instituições na sistematização e efetividade do Direito internacional;

* Analisar os mais variados enfoques do Direito Internacional contemporâneo;

* Buscar elementos informadores de uma nova concepção sobre importantes temas que envolvem a aplicação do Direito Internacional;

*Estabelecer uma análise sistêmica do Direito Internacional;

* Discutir o papel da doutrina brasileira na construção sistemática do Direito Internacional;

* Questionar a existência de um marco teórico para a sistematização do Direito Internacional no país;

* Analisar como o Brasil tem se inserido no contexto contemporâneo das relações internacionais em seus mais variados aspectos;

* Estudar a construção jurisprudencial pelos tribunais brasileiros do Direito Internacional;

* Propor um novo pensamento para o estudo e compreensão do Direito Internacional, com fundamento nas transformações da sociedade contemporânea;

* Discutir os temas de Direito Internacional que ainda não são pacíficos na jurisprudência;

* Estabelecer uma leitura de acontecimentos recentes com influência sobre o Direito Internacional no Brasil e nas relações internacionais estabelecidas pelo Brasil;

* Estudar os mais variados aspectos do entendimento brasileiro sobre o Direito Internacional (Público, Privado e Direito da Integração e Blocos Econômicos);

* Debater a legislação contida no ordenamento brasileiro que envolva matéria de Direito Internacional;

* Identificar os paradoxos existentes entre os Direitos Humanos e o Direito Internacional Econômico e sua repercussão sobre o Direito brasileiro;

* Debater a inserção do Brasil nas suas relações internacionais com os países da América Latina;
* Discutir estratégias e mecanismos sob o enfoque do Direito Internacional;

* Analisar a produção jurisprudencial dos Tribunais Internacionais e seu impacto enquanto fonte do Direito Internacional;

* Estabelecer reflexão sobre a adoção de mecanismos normativos pelo Estado brasileiro a partir das normas produzidas no plano internacional.